27 novembro 2006

MEDO...


Tenho medo!

Tenho medo do tempo que aí vem...

Tenho medo de me distrair, de «derrapar», de me «cegar», diante de luzes que cintilam mais que Aquela Luz que teima vir ao meu encontro...

Tenho medo de não ser capaz de escutar uma voz que fala «mansinho», no «segredo» e no «silêncio», diante de múltiplos e estrondosos «barulhso» que o mundo intenta presentear-me!

Tenho medo de seguir «estrelas» que me levem a lado nenhum!

Medo de não ser já capaz de me encantar e de me deixar seduzir por uma «novidade» que não passa, por uma «notícia» que irrompe diante de mim: Deus vem à minha vida!

Corro e perco-me em caminhos de sucessos e de êxitos com sabor a efémero e passageiro; gasto-me e desgasto-me em projectos pontuais e acessórios que apenas me trazem sensações e «arrepios» provisórios; deleito-me em palavras e sons dos homens e escuso uma Palavra que fala tão mais alto, e que atira para tão longe...

Preciso de Magos que me relembrem o essencial...

Preciso de Pastores que me revelem aquilo que vale verdadeiramente mais...

Preciso de Estrelas que me indiquem os trilhos de uma «meta» que urge alcançar...

A fim de que me ponha a caminho confiante e determinado!

Para que me decida a «sair da minah terra» de certezas e de verdades, e avance, destemido, rumo a uma Gruta que me ofertará o Presente maior, o mais valioso, o mais gratificante, simplesmente porque não se compra, não se vende, não se troca: é puro Dom, é pura Graça!

Tenho medo!

Tenho medo de saber tudo, inclusive escrever, e não sentir Aquele que me encontrou, me amou e me enviou...

3 comentários:

O Sobrinho disse...

O medo pode ter muitas caras!A mais bonita é aquela que te lança em vez de bloquear!Tem faz correr em vez de parar!Te faz querer ser mais alguém e não isolar!

Tudo isto pode ser medo, mas o teu sei que é o medo de não conseguires te entregar todo!O medo de não dares o 20 que Deus um dia te pediu!

O medo é apenas a palavra que utizo para te dizer...SEGUE EM FRENTE!

Abraços...

Anónimo disse...

Alguem escreveu um dia que

Anónimo disse...

(continuando o comentário... :P)

alguém escreveu um dia que "a «saudade» é linda porque, simplesmente, é a forma bonita de te dizer que vales mais".

O que eu te posso dizer, é que o medo é lindo, porque é a forma bonita de te dizer que, porque O amas e temes não conseguir dar tudo, vales mais...

E vale a pena a valeres mais... :)
Abraço!